Arquivo para novembro \27\-02:00 2008

27
nov
08

Ação solidária – Clubes brasileiros ajudam vítimas de SC

Alguns clubes do futebol brasileiro começaram a realizar ações sociais para ajudar as vítimas do desastre da natureza acontecido em Santa Catarina.
No Paraná o Atlético Paranaense iniciou uma coleta de suprimentos, que será destinada para a prefeitura de Itajaí distribuir entre as vítimas. O Coritiba também anunciou que trocará dois quilos de alimento não perecíveis por cupons para os torcedores concorrerem à dois kits da agremiação. 
No Rio Grande do Sul, o Internacional espera arrecadar no mínimo 100 mil quilos de alimentos até o dia 7/12, data da última partida da equipe no Campeonato Brasileiro. Essa arrecadação mínima tem relação com o ano do centenário em 2009, o slogan da campanha será “100 anos, 100 mil sócios e 100 mil quilos de solidariedade”.
Ainda na região sul, em Santa Catarina os representantes do estado afetado são Avai e Criciúma, também arrecadando alimentos para as vítimas. Na capital paulista, a Portuguesa foi a primeira a anunciar, em parceria com a empresa Gomes da Costa, que fará uma arrecadação de mantimentos. O São Paulo, com o apoio da Defesa Civil, também irá recolher doações de utensílios domésticos, alimentos, colchões, roupas e calçados para as vítimas a partir desta quinta-feira até o próximo domingo, no jogo contra o Fluminense. O material será encaminhado a SC por meio da Granero Transportes, parceira do clube.
Os clubes que ainda não se molibizaram provavelmente irão anunciar suas campanhas nos próximos dias. Participe você também, entre em contato com o seu clube e mostre que você é um torcedor solidário. 
27
nov
08

Manchester United pode perder patrocínio

Não sou muito favorável a falar da crise finaceira mundial. Acredito que ela possa se tornar ainda mais crítica pelo fator psicológico, de tanto ouvirmos falar neste assunto deixamos de consumir, investir e contribuímos com o declínio da economia. Mas neste caso o assunto é muito relevante, pois se trata do principal patrocínio do futebol. 

A crise global pode acabar com o maior patrocínio do futebol mundial. Após cancelar uma série de contratos nos Estados Unidos, a American International Group (AIG) confirmou que irá rever todos os seus investimentos em eventos esportivos e culturais, incluindo a parceria com o Manchester United.

O acordo de 14 milhões de libras anuais, válido até 2010, poderá ser rompido para que a empresa de seguros consiga pagar a dívida com o Federal Reserve, o banco central norte-americano, que emprestou US$ 150 bilhões para salvar a AIG da falência no início da turbulência no mercado financeiro.

“Iremos rever todos os patrocínios para identificar as relações que podem ser essenciais, para manter o valor dos negócios e dos serviços, a fim de pagarmos o empréstimo do governo”, disse o porta-voz da seguradora ao jornal “USA Today”.

Entre as competições, franquias e eventos que tiveram seus contratos cancelados estão New York Yankees e Houston Astros (beisebol), New York Knicks e Houston Rockets (basquete), Madison Square Garden, AIG Japan Open (tênis), Irish Champion Hurdle (hipismo) e New Orleans Jazz Fest. A coreana LG e a Saudi Telecom estão avaliando a possibilidade de assumir alguns desses acordos.

Na última terça-feira, a AIG anunciou que seus principais executivos terão um salário simbólico de US$ 1 nos próximos dois anos. O presidente e executivo-chefe da empresa, Edward Liddy, está na lista dos que tiveram seus vencimentos reduzidos.

“Estamos muito agradecidos pela assistência que recebemos e sabemos que temos a obrigação de usar essa ajuda na recuperação da AIG, contribuir para a economia e pagar aos contribuintes”, afirmou Liddy em comunicado.

Fonte: Máquina do Esporte

26
nov
08

Chuteiras cor de rosa

adscreative

Imagem: adscreative

 

A Nike lançou a cor nova no modelo Mercurial Vapor Cherry no último fim de semana. No Brasil o jogador que estreou a chuteira foi o volante corintiano Cristian. Já na Europa, os responsáveis pelo lançamento foram: Materazzi (Inter de Milão), Amauri (Juventus), Bendtner (Arsenal), Marcelo (Real Madrid), Franck Ribéry (Bayern de Munique), Ben Arfa (Olympique Marseille), Lazovic (PSV)Milan Baros (Galatasaray) e Arshavin (Zenit). Segundo a Nike, a cor “rosa” – por ser um tom forte – realça ainda mais essas qualidades. Ela facilita a visão do jogador para o controle da bola e a identificação pelos companheiros na hora do passe em qualquer condição da partida (dia, noite, chuva), proporcionando assim uma melhor performance individual e de todo o time.

 

 

A Puma utilizou a nova cor no modelo V1.08 I FG. Mais criativa que a nova chuteira é a campanha criada para o lançamento. Em um misterioso vídeo uma modelo diz ter seqüestrado o atacante do Chelsea, Nicolas Anelka, e manda uma mensagem ao técnico Luiz Felipe Scolari (Felipão), a mensagem é da Frente Revolucionária das Mulheres que Amam Homens de Rosa (F.R.F.Q.A.L.H.E.R – Front Révolutionnaire des Femmes Qui Aiment Les Hommes En Rose) e pede para que ele permita que o jogador use a chuteira na próxima partida.

 

Veja os vídeos.

  

25
nov
08

 Na última quarta-feira Internacional e Grêmio deixaram a rivalidade de lado, e com um gesto muito respeitoso veicularam um anúncio em homenagem à Arthur Dallegrave, ex-presidente do clube colorado, falecido no dia 17/11.

A iniciativa não foi de nenhuma das agências de comunicação dos clubes, mas sim de dois sócios do Sport Club Internacional, Marcelo Pimentel e Rodrigo Silveira. O anúncio que mostra as bandeiras de Internacional e Grêmio a meio-mastro, uma ao lado da outra, foi enviado ao Beira Rio e chegou até o presidente Vitório Piffero, que decidiu pela veiculação no jornal.

Excelente idéia e homenagem à Dallegrave, que teve um papel muito importante na história do S.C. Internacional e do futebol gaúcho.

25
nov
08

Com crise, Medial desiste de renovar patrocínio ao Corinthians

A Medial informou nesta segunda-feira que não vai renovar o contrato de patrocínio ao Corinthians, que vence no final deste ano. A operadora de planos de saúde pagou 16,5 milhões de reais para ser a principal patrocinadora do clube durante 2008. Outras formas de patrocínio ao clube não estão descartadas para o próximo ano.

Especialistas em marketing esportivo acreditam que o ideal é que uma empresa patrocine um clube por pelo menos três anos. Esse seria o tempo necessário para que haja a renovação das camisetas de boa parte dos torcedores e também para que a marca fique conhecida entre a população. Antes da crise, a empresa chegou a informar ao Portal EXAME que tinha interesse na renovação.

A Medial não divulgou os motivos que a levaram a desistir do patrocínio após apenas um ano. Em nota, a empresa informou apenas que aumentou sua exposição e construiu uma plataforma de relacionamento com seus públicos graças ao clube. Também diz que planeja manter patrocínios a projetos que estimulem a qualidade de vida. “A Medial reconhece a importância deste investimento para o ano de 2008 e traça novas estratégias para 2009, alinhadas sempre a iniciativas que incentivem a qualidade de vida e o bem-estar, como foi o caso do investimento no futebol”, diz a nota.

Fonte: Portal EXAME

24
nov
08

O Timão é a sua cara

Gazeta on line

Foto: Gazeta on line

No último sábado o Corinthians se despediu de sua torcida e levantou a taça de campeão da série B vestindo a camisa da campanha “O timão é a sua cara”. Nesta camisa estavam as fotos 3X4 dos torcedores que adquiriram um espaço no uniforme alvinegro pelo valor R$ 1 mil. 

A campanha foi um sucesso, pois rendeu R$ 147 mil somente no primeiro dia.  Ao todo, foram disponibilizados quatro mil espaços na soma dos dez uniformes, sendo assim, um rendimento ao cofres do Corinthians de R$ 4 milhões. Os torcedores que participaram da campanha receberão em casa a camisa daqui a 30 dias, um belo “presente de natal” que virá dentro desta caixa estilizada.

globoesporte.com

Foto: globoesporte.com

 Parabéns ao Corinthians pelo título e ao departamento de Marketing pela idéia criativa.

20
nov
08

Mkt de Guerrilha – Troca de camisas

Para dilvulgar o lançamento da nova camisa do Ajax, a Adidas realizou uma performance nas ruas de Amsterdam. Simulando a troca de camisas feitas pelos jogadores após a partida, um juiz apita o final do “jogo” e dezenas de pessoas vestidas com o uniforme do clube holandês surgem e trocam de camisas com os pedestres no centro da cidade.

A ação de guerrilha criada pela TBWA em julho de 2008, foi filmada e colocada no Youtube, onde teve milhares de visualizações. Uma forma criativa e divertida de chamar atenção e divulgar o modelo do uniforme que está sendo usado nos jogos da temporada 2008/2009.

Fica a sugestão para os clubes brasileiros, inovar na divulgação de novos produtos e na comunicação com os torcedores.

Veja o vídeo.

20
nov
08

Só uma seleção tem cinco estrelas no mundo. Só um banco tem cinco estrelas no Brasil

Em seu último amistoso de 2008, a selecão brasileira teve uma atuação de gala (Brasil 6 X 2 Portugal) e fez sua primeira apresentação oficial após o anúncio da parceria entre Itaú e CBF. Para divulgar o fato, a Africa criou a campanha publicitária composta por um filme de 30 segundos e anúncios de mídia impressa.

O filme começa com logotipo do Itaú e em seguida entram cada uma das estrelas que o Brasil conquistou com o futebol masculino em Copa do Mundo (1958, 1962, 1970, 1994, 2002). A locução diz: “Só uma seleção tem cinco estrelas no mundo. Só um banco tem cinco estrelas no Brasil”. E encerra: “Itaú. O novo Patrocinador Oficial da Seleção Brasileira de Futebol”.  Entre os textos que fazem parte da campanha de mídia impressa estão “O banco que sempre investiu no campo da cultura e da educação vai ajudar o Brasil a crescer ainda mais em outro campo: o do futebol” e “Agora o Brasil tem a única seleção do mundo com 10 estrelas”, somando a 5 estrelas dos títulos mundiais e as 5 estrelas do Itaú.

O plano de mídia para divulgar a parceria Itaú e CBF também inclui anúncios em jornais e revistas, além de um especial da revista Placar. Serão 22 dias consecutivos de distribuição do jornal especial em São Paulo (junto ao jornal Destak), exceto aos sábados e domingos.  Os especiais circulam até o dia 8 de dezembro.

Em plena crise financeira, o Itaú aproveita a oportunidade e faz parceria com uma das maiores paixões nacionais.

19
nov
08

Cristiano Ronaldo. Brasileiro?

A Nike aproveita o amistoso desta quarta-feira (19/11) entre Brasil e Portugal, e produz uma campanha muito divertida. O tema da campanha é uma brincadeira com a nacionalidade do craque Cristiano Ronaldo. A criação da agência F/Nazca é composta por 3 filmes, material de ponto-de-venda e conteúdo para o site nikefutebol.com.

Os filmes “Lusitano”, “Mãe-de-Santo” e “Treinador” são testemunhos de comerciantes portugueses, uma-mãe de-santo e um treinador carioca que garantem que ele é brasileiro. Cotado a ficar com o prêmio de melhor jogador do mundo este ano, Cristiano Ronaldo tem todas as características de um jogador brasileiro: moleque, bom de bola, ginga e visão de jogo.

Confiram os vídeos!

18
nov
08

Hugo Boss é a mais nova patrocinadora da Seleção Brasileira

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou que a grife Hugo Boss irá fornecer trajes sociais para a seleção pentacampeã mundial até a copa de 2014. O contrato prevê o aporte de US$ 200 mil anuais, mais US$ 250 mil em roupas.  Essa parceria é muito comum na Europa, tanto nas seleções como nos clubes. Dois exemplos disso são: a Dolce e Gabbana, que veste os jogadores do Milan e Armani que tem parceria com o Chelsea e que pediu para que o técnico Felipão comece a comandar a equipe utilizando seus trajes sociais.

Com o acordo, a marca, que veste os jogadores de Real Madrid e Bayern de Munique no futebol internacional, une-se a Vivo, Itaú, Ambev, Tam e Nike no grupo de parceiros oficiais da entidade.

A ligação com o esporte, no entanto, vai além das quatro linhas. No passado, a Hugo Boss já investiu em boxe e automobilismo, por intermédio dos pilotos Ayrton Senna e Emmerson Fittipaldi, atual representante da grife no Brasil.

A CBF, por sua vez, comemora o terceiro contrato de patrocínio em menos de um mês. Vivo e Itaú anunciaram recentemente que pagarão, cada um, US$ 15 milhões anuais à entidade nas próximas seis temporadas.

Agora, independente dos jogadores convocados,  a seleção de Dunga estará na moda.