Arquivo para 25 de novembro de 2008

25
nov
08

 Na última quarta-feira Internacional e Grêmio deixaram a rivalidade de lado, e com um gesto muito respeitoso veicularam um anúncio em homenagem à Arthur Dallegrave, ex-presidente do clube colorado, falecido no dia 17/11.

A iniciativa não foi de nenhuma das agências de comunicação dos clubes, mas sim de dois sócios do Sport Club Internacional, Marcelo Pimentel e Rodrigo Silveira. O anúncio que mostra as bandeiras de Internacional e Grêmio a meio-mastro, uma ao lado da outra, foi enviado ao Beira Rio e chegou até o presidente Vitório Piffero, que decidiu pela veiculação no jornal.

Excelente idéia e homenagem à Dallegrave, que teve um papel muito importante na história do S.C. Internacional e do futebol gaúcho.

Anúncios
25
nov
08

Com crise, Medial desiste de renovar patrocínio ao Corinthians

A Medial informou nesta segunda-feira que não vai renovar o contrato de patrocínio ao Corinthians, que vence no final deste ano. A operadora de planos de saúde pagou 16,5 milhões de reais para ser a principal patrocinadora do clube durante 2008. Outras formas de patrocínio ao clube não estão descartadas para o próximo ano.

Especialistas em marketing esportivo acreditam que o ideal é que uma empresa patrocine um clube por pelo menos três anos. Esse seria o tempo necessário para que haja a renovação das camisetas de boa parte dos torcedores e também para que a marca fique conhecida entre a população. Antes da crise, a empresa chegou a informar ao Portal EXAME que tinha interesse na renovação.

A Medial não divulgou os motivos que a levaram a desistir do patrocínio após apenas um ano. Em nota, a empresa informou apenas que aumentou sua exposição e construiu uma plataforma de relacionamento com seus públicos graças ao clube. Também diz que planeja manter patrocínios a projetos que estimulem a qualidade de vida. “A Medial reconhece a importância deste investimento para o ano de 2008 e traça novas estratégias para 2009, alinhadas sempre a iniciativas que incentivem a qualidade de vida e o bem-estar, como foi o caso do investimento no futebol”, diz a nota.

Fonte: Portal EXAME