Arquivo para janeiro \22\UTC 2009



22
jan
09

Campeonatos estaduais ficam em último na preferência do torcedor de futebol

Dados são da pesquisa TNS Sport, realizada com 7.007 torcedores de 356 municípios do País

 

Apenas um a cada 14 torcedores no Estado de São Paulo tem o Campeonato Paulista como seu torneio predileto. Pesquisa TNS concluída no final de 2008 revela que o Paulistão é o quarto na preferência dos paulistas, com 6,94% dos votos. O Brasileirão é o primeiro, com 60,85%, seguido da Taça Libertadores da América, com 16,17%, e da Copa do Brasil, com 11,76%.

Os Estaduais também ocupam a última colocação no âmbito nacional. Dos 7.007 entrevistados em 356 municípios do País, 8,03% afirmaram gostar mais do certame local. O Brasileirão também é o líder nacional de indicações com 56,67%. Tecnicamente empatados, Copa do Brasil e Libertadores foram citados por 13,77% e 13,70% dos fãs de futebol, respectivamente.

O Campeonato Pernambucano é o Estadual com maior apelo entre os torcedores de sua região (16,8%). O Cearense (11,5%) e o Baiano (10%) vêm na sequência. Entre os de menor predileção entre o público local estão o Paranaense (6,72%), o Gauchão (6,86%) e o Paulistão.

O estudo da TNS Sport do Brasil concluiu que somente Pernambuco e Bahia não têm o regional como o último na escolha dos aficcionados, entre os 14 estados pesquisados. 

“Os campeonatos locais só não são os últimos na preferência em Estados cujos clubes não disputam a Libertadores há muito tempo. Nestas regiões, os torcedores preferem a competição local à sul-americana. A tendência é que no estado de Pernambuco o campeonato da Conmebol suba no número de indicações com a participação do Sport neste ano ”, afirma César Gualdani, sócio-diretor da TNS Sport do Brasil.

Entre os grandes clubes de São Paulo, o Corinthians é aquele cujo torcedor mais aprova os estaduais (7,77%). Santos (6,74%), São Paulo (5,74%) e Palmeiras (5,38%) completam a relação. No ranking nacional, a lista é encabeçada por Fluminense (10,34%), Internacional (9,54%) e Atlético-MG (8,09%).

Fonte: Propmark

Anúncios
21
jan
09

Manchester United busca novo patrocínio

Eu já havia escrito o post “Manchester pode perder patrocínio” no dia 27/11, pois agora está confirmado. A AIG (American International Group) informou que não renovará o contrato com o Manchester United, que expira em maio de 2010.

O acordo de 14 milhões de libras anuais será encerrado para que a empresa de seguros consiga pagar a dívida com o Federal Reserve, o banco central norte-americano, que emprestou US$ 150 bilhões para salvar a AIG da falência no início da crise financeira global, em setembro do ano passado.

Como os clubes do futebol inglês são muito bem planejados, diferente de alguns do futebol brasileiro, o Manchester já iniciou as tratativas com os indianos do Grupo Sahara para serem os novos patrocinadores a partir da próxima temporada.

Não é a toa que a Liga Inglesa é referência mundial no futebol atual, faltando mais de um ano para o encerramento do contrato com a AIG, o clube já iniciou o contato com outras empresas para buscar um novo patrocínio. Que sirva de exemplo para muitos clubes brasileiros.

20
jan
09

Evian em Wimbledon

Este é um ótimo exemplo de como as empresas que apoiam os eventos esportivos podem se diferenciar na comunicação com os torcedores. A Evian, fornecedora oficial de água do torneio de tênis de Wimbledon, criou uma campanha baseada nas chuvas constantes que interrompem os jogos em Londres. O slogan é “Evian. O outro fornecedor oficial de água dos campeonatos de Wimbledon”. Confira a campanha.

 

Além da campanha, a Evian criou um site apenas com informações do torneio Londrino. O endereço é www.evianatwimbledon.com

20
jan
09

Record vai transmitir o Pan 2015

Na última quinta-feira,  ocorreu mais uma disputa feroz entre a Globo e a Record na Cidade do México, e a vencedora foi a emissora do bispo Edir Macedo. Por cerca de 20 milhões de reais, a Record comprou os direitos de transmissão para o Brasil e para o mundo dos Jogos Pan-Americanos de 2015, que ainda não definiu a cidade-sede. A Record adquiriu os direitos não só para a televisão, mas para todas as mídias. É a quarta vez consecutiva que a emissora bate a Globo numa disputa olímpica: venceu também a briga para transmitir os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, o Pan de 2011 e a Olimpíada de Londres, em 2012.

19
jan
09

Patrocínio do Corinthians (provisório)

No amistoso de apresentação do time de 2009  para a torcida, o “timão” goleia o Estudiantes e utiliza patrocinadores somente para este jogo. Diferente de seus rivais, Palmeiras e São Paulo, o Corinthians ainda não definiu o seu patrocinador para esta temporada. Em função disso, a camisa utlizada na partida do último final de semana teve patrocinadores provisórios, que foram as empresas Ford, Vivo e Locaweb.

A grande estréia de Ronaldo não aconteceu neste jogo, porém o fenômeno participou como comentarista da transmissão da Globo. Mesmo fora de campo, o atacante causou polêmica pois estava vestindo uma camiseta do Corinthians onde estava estampado o logo da Medial, patrocinadora de 2008 cujo o contrato venceu em dezembro (Veja aqui).

19
jan
09

Nike – Deixa tudo ou deixa o futebol

Visando mais uma vez atingir os garotos que sonham com uma carreira de sucesso no futebol, a Nike criou a campanha “Deixa tudo ou  deixa o futebol”. Para fazer a comunicação foram utlizados alguns vídeos. Assista a dois deles.

O primeiro vídeo foi gravado no Brasil e é estrelado por craques mais novos que estão surgindo agora no futebol, como o brasileiro Philippe Coutinho, o mexicano Martin Galvan e o argentino Sergio Kun Aguero.

O segundo vídeo é composto por questionamentos feitos pelos principais jogadores do futebol mundial patrocinados pela Nike, como Cristiano Ronaldo, Ibrahimovic, Carlitos Tevez, entre outros.

16
jan
09

São Paulo renova com a LG

Depois de muitos comentários  de negociações do São Paulo com empresas como Emirates Airlines, Philips, Sony, AOC e Samsung para buscar um novo patrocínio, a diretoria renova com a LG. O clube havia anunciado que buscava um patrocínio de R$ 30 milhões anuais, mas diante da atual situação econômica mundial foi necessário rever os planos, e a renovação da parceria deverá render R$ 18 milhões aos cofres do hexacampeão brasileiro.

A LG tentou um período maior de contrato, mas o São Paulo aceitou o contrato por apenas um ano,  os dirigentes confiam que crise financeira será amenizada até o fim de 2009,  então o São Paulo poderia negociar com outras empresas por valores mais altos.

Assim como acontecerá no Palmeiras, a nova camisa do São Paulo será apresentada na próxima segunda-feira.