Arquivo para 28 de maio de 2009

28
maio
09

Nike renova com Cristiano Ronaldo

A Nike renovou o contrato milionário com o jogador português Cristiano Ronaldo, do Manchester United. Pelos termos do acordo, de cinco anos, a empresa vai desembolsar um total de US$ 45 milhões (R$ 91,2 milhões), US$ 9 milhões (R$ 18,2 milhões) anuais. A informação é do jornal britânico “Daily Mail”.

Em contrapartida, o craque terá de participar de um número estipulado de campanhas publicitárias da marca esportiva americana. Os novos termos começam a valer na temporada 2009/2010.

Fonte: Esporte Bizz

Anúncios
28
maio
09

Champions League movimenta a economia européia

Foi ontem, em Roma, a decisão da Liga mais disputada pelos clubes da Europa, e com uma atuação brilhante de Leo Messi, o Barcelona sagrou-se mais uma vez campeão da Champions League. O espetáculo dentro e fora de campo já era esperado, já que a partida final da liga é um dos eventos mais importantes do futebol mundial, mas vamos analisar algunas fatores extra campo. Segundo o estudo anual encomendado pela MasterCard, patrocinadora oficial da Liga, sobre o impacto econômico causado pelo evento, estima-se que a partida de ontem gerou um incremento na economia europeia de R$ 880 milhões. 

Apenas a cidade de Roma, que foi sede da decisão teve um aumento em sua economia de cerca de R$ 129,3 milhões, os fatores associados a isso incluem desde o faturamento no comércio por conta da ida de torcedores estrangeiros para a partida até a recepção de novos grandes eventos pela cidade no futuro. Além de Roma, estima-se que a cidade do time campeão (Barcelona) recebeu um benefício de cerca de R$ 42 milhões em aumento da economia, este valor se refere a uma melhora na imagem e na reputação da cidade, a possibilidade de incrementar o turismo na região, além do aumento de consumo do torcedor em bares, restaurantes e lojas por conta da felicidade com a conquista do título. 

O Barça deverá ganhar cerca de R$ 313 milhões a mais, por conta de valorização dos seus jogadores, premiação, novos acordos de TV, aumento da venda de ingressos e acordos de patrocínio. Os ganhos do Manchester, vice-campeão,  podem ficar por volta de R$ 184 milhões.

Curiosamente, o estudo aponta ainda que a crise financeira mundial poderá ajudar a edição deste ano a ter a final com a maior movimentação financeira da história. Sem tantas opções de lazer, os europeus deverão injetar cerca de R$ 71 milhões na economia europeia nesta quarta-feira, assistindo ao jogo pela TV, em bares, restaurantes, etc. A expectativa é de que a partida bata todos os recordes de audiência do esporte na Europa.

Um evento esportivo deste porte pode ser comparado ao Superbowl, a final da temporada do futebol americano realizada nos Estados Unidos, que em 2009 teve os maiores índices de audiência e os melhores anunciantes de TV da história. A paixão pelo esporte não tem limites.