Posts Tagged ‘Premier League

17
ago
09

Sky e ESPN – Barclays Premier League

No último final de semana, teve início a Barclays Premier League, a principal liga de futebol do Reino Unido. Para anunciar a transmissão da nova temporada, Sky e ESPN criaram campanhas que demonstram o sentimento dos torcedores com a competição.

A ESPN lançou um canal exclusivo para o campeonato, já que essa será a primeira vez que transmitirá as partidas da Premier League no país. Para promover a novidade foi criada a campanha “It’s Great To Be Here” que na tradução poder ser definida como “é bom estar aqui”, e convida os fãs do esporte a fazerem parte da transmissão. Assista.

Já a nova campanha da Sky Sports se coloca no lugar dos fãs do esporte. A campanha que tem o tema “We know how you feel about it, because we feel the same” (nós sabemos como você se sente, pois nós sentimos o mesmo), traz depoimentos de torcedores e torcedoras falando dos seus sentimentos em relação ao futebol. Veja a criação da Brothers & Sisters.

17
dez
08

Salários dos Dirigentes da Premier League 2008

Nas conversas entre amigos e na mídia sempre são comentados os salários astronômicos dos jogadores e técnicos do futebol mundial. Todos sabem e concordam que as estrelas dos principais clubes são muito bem remuneradas, porém não se ouve falar dos salários dos dirigentes. 

O jornal inglês The Guardian divulgou uma lista com os dirigentes mais bem pagos da Premier League. Veja os números.

  DIRIGENTE CLUBE SALÁRIO ANUAL
1. Peter Kenyon Chelsea FC 2.320.000 €
2. David Gill Manchester United 1.800.000 €
3. Richard Scudamore Premier League 1.470.000 €
4. Rick Parry Liverpool FC 1.360.000 €
5. Daniel Levy Tottenham Hotspur 1.160.000 €
6. Brian Barwick The FA 800.000 €
7. Keith Wyness Everton FC 570.000 €
8. Allan Duckworth Bolton Wanderers 510.000 €
9. Jeremy Peace WBA 375.000 €
10. Alister Mackintosh Manchester C 355.000 €
11. John Williams Blackburn Rovers 350.000 €
É importante informar que os valores apresentados referem-se a remunerações base, sem prémios ou outras regalias contratuais, que por exemplo no caso de Scudamore foram de 600 mil Euros pelo sucesso que foi a venda de direitos TV da Premier League.
Como podemos ver, nem os dirigentes  e nem os jogadores podem se sentir injustiçados pelo que recebem.