Posts Tagged ‘Patrocínio

16
jul
09

Toyota leva clientes para a final da Libertadores

Mesmo não tendo mais os “naming rights” (ação onde o nome do patrocinador faz parte do nome da competição) da Copa Libertadores, a Toyota continua sendo parceira da Comebol na competição sulamericana.

Ontem na partida final entre Cruzeir0 e Estudiantes, a empresa realizou uma ação de marketing de relacionamento recebendo 150 clientes em um camarote VIP que foi montado no setor das cadeiras sociais do Mineirão. A estrutura da Toyota, localizada em uma das regiões mais nobres do estádio, prevê transporte até o local a partir de um ponto de encontro, serviço de Buffet e televisões de plasma para que torçam pelo seu time com conforto e segurança. 

Não foi a primeira vez que a Toyota realizou esta ação estratégica e importante para os negócios da empresa, que em 2009 completou 12 anos de patrocínio ao futebol sul-americano. Uma forma muito eficiente de  ativação de patrocínio.

Anúncios
26
jun
09

Bozzano está perto de fechar patrocínio com o Flamengo

 

Pelo visto a Bozzano está disposta a investir no futebol brasileiro, depois de acertar o patrocínio nas mangas da camisa do Corinthians, a marca, que pertence a Hipermarcas, está perto de fechar um acordo para aparecer na camisa do Flamengo, também nas mangas.

A parceria ainda não foi anunciada oficialmente, mas faltam apenas alguns detalhes para acertar o patrocínio. Estima-se que o Rubro-Negro irá receber R$ 2,5 milhões por sete meses de contrato, gerando assim mais uma receita para 2009.

10
jun
09

Flamengo amplia patrocínio com a Olympikus

Já estava certo que a partir do dia 1º de julho o Flamengo teria um novo fornecedor de material esportivo, a Olympikus, marca da Vulcabrás. Porém, a parceria foi ampliada e a marca Olympikus Tube também será estampada no peito da camisa rubro-negra nos próximos 3 meses.

A Vulcabrás que já iria desembolsar cerca de R$ 21 milhões para ser a fornecedora de material esportivo até 2014, terá que pagar mais R$ 3 milhões ao clube da Gávea para ter o patrocínio master até setembro.

Segundo a diretoria, o novo acordo dará ao Flamengo mais tempo para procurar um patrocinador para a camisa e ainda existe a possibilidade de a Vulcabras continuar com o patrocínio após este período.

Além deste, o Flamengo está perto de fechar um patrocínio  para as mangas da camisa também.

04
jun
09

Manchester terá o maior patrocínio da história do futebol

Depois de liderar a lista dos 25 Clubes mais valiosos do mundo, o Manchester anuncia o maior contrato de patrocínio da história do futebol. O novo patrocinador do clube inglês é o grupo financeiro norte-americano AON, que atua com seguros e gestão de riscos.

A atual patrocinadora do Manchester, a AIG paga 14 milhões de euros (R$ 38 milhões) por temporada para expor sua marca nas camisas do time. A negociação com a AON, de acordo com a reportagem, elevará o valor para 23,25 milhões de euros (R$ 63 milhões), ou 93 milhões de euros (R$ 252 milhões) em quatro anos de contrato. O acerto entre Manchester United e AON foi confirmado ontem (03/06). 

Em janeiro deste ano, a AIG anunciou que não renovaria o contrato com o Manchester United, que vai até o fim da temporada 2009/2010. A decisão foi tomada em virtude de um corte de investimentos da seguradora, fortemente acometida pela crise financeira internacional.

Anteriormente, o maior contrato de patrocínio de um clube de futebol era o do Bayern de Munique, que recebe 19,82 milhões de euros (R$ 53,7 milhões) por temporada da empresa de telefonia T-Home. Mesmo com a crise afetando algumas empresas, os números do futebol mundial só aumentam.

19
maio
09

Sadia e Perdigão anunciam fusão com o logo da nova empresa na camisa do Corinthians

No anúncio da fusão da Sadia e da Perdigão, nesta terça-feira, os presidentes das companhias mostram a camisa do Corinthians com o patrocínio da nova marca.

Em entrevista coletiva, Perdigão e Sadia anunciaram nesta terça-feira uma fusão entre as duas empresas, que se  transformaram na Brasil Foods, empresa que nasce como a líder em alimentos processados no Brasil. O que mais chamou atenção no evento, porém, foi o local onde foi apresentado o logotipo nova empresa (BRF), em uma camisa do Corinthians.

O clube alvinegro tem contrato com a Perdigão até o fim da Copa São Paulo de juniores de 2010, e inicialmente colocou a marca Batavo, que já pertencia ao grupo, nas camisas alvinegras. Na última partida, contra o Botafogo, o Corinthians apresentou um novo modelo de uniforme. O espaço anteriormente ocupado pela Batavo no peito e nas costas das camisas foi cedido à Perdigão, que decidiu usar o clube paulista para lançar sua nova campanha de marketing.

Porém nesta terça-feira, o presidente da Perdigão, Nildemar Secches, e o comandante do conselho de administração da Sadia, Luiz Fernando Furlan, mostraram mais uma inovação na camisa do “Timão”, ao colocar a marca BRF no peito e nas costas. Ainda não há qualquer definição sobre o uso dessa camisa em jogos oficiais do Corinthians. O clube alvinegro tem contrato com a Perdigão, e o acordo concede à companhia o direito de escolher a marca exposta nos uniformes da equipe.

Vamos esperar pra ver, mas por acaso teria outro lugar com mais visibilidade no Brasil hoje do que a camisa do Corinthians, ainda mais vestida pelo Ronaldo?
28
abr
09

Bozzano fecha patrocínio com Corinthians até o fim de 2009

Depois do show de Ronaldo no Vila Belmiro, a Bozzano, que ficaria nas mangas das camisas alvinegras apenas no primeiro confronto com o Santos, estendeu o contrato de patrocínio até 31 de dezembro. Empolgada com a possibilidade de associar sua marca a Ronaldo, a Bozzano topou investir 25% de sua verba publicitária anual e seguir no Corinthians até o final de 2009. O valor não foi divulgado, mas especula-se que esteja em torno de R$ 6 milhões. 

Quem participou das negociações foi Fabiano Farah, empresário de Ronaldo, que trabalhou diretamente na prospecção de parceiros para o Corinthians, já que o camisa 9 tem direito a 80% do que o clube arrecadar com apoios para calções ou mangas das camisas.

Mel Girão, diretora da unidade de negócios de beleza e higiene pessoal da Hypermarcas, afirma que a empresa está esperançosa em associar a marca a Ronaldo, que será o protagonista da campanha de lançamento da nova lâmina de barbear da marca. Um dos projetos da Bozzano é usar o corte de cabelo de Ronaldo na campanha de lançamento da lâmina. A marca quer que o centroavante retome o visual careca que marcou grande parte de sua carreira. Para isso, ele precisa esperar o término de seu contrato com uma marca de tônico capilar que é vendido na Europa.

A ideia do grupo é bater de frente com a Gillette, líder do mercado e que tem como garotos-propaganda os atletas Roger Federer (tênis), Tiger Woods (golfe), Kaká e Henry (futebol). 

É isso aí RONALDO, brilha muito no Corinthians!

09
abr
09

Festa do centenário pode turbinar patrocínio do Inter

A exposição positiva maciça na imprensa de todo o país ainda não pôde ser mensurada pela direção de marketing do Internacional. Mesmo sem números, no entanto, os dirigentes comemoram os sucessos das ações pelo centenário do clube, que podem render até mesmo uma mudança nas negociações de patrocínio para o meio do ano.

O resultado da produção de diversos artigos licenciados e de mídia espontânea devem chegar às mãos dos dirigentes gaúchos somente no fim de abril. A imagem de clube organizado e com forte apelo junto ao torcedor, no entanto, pode render dividendos em breve, já que o contrato atual com o Banrisul, de cerca de R$ 3,5 milhões, termina no fim de junho.

“Financeiramente estamos confortáveis. Não temos interesse em antecipar essa renovação, e a crise pode mudar de rumo até lá. Eu tenho dois meses e meio até renovar, mas nós não estamos fazendo nada de forma atabalhoada”, disse Jorge Avancini, vice-presidente de marketing do Internacional.

O clube está assumidamente insatisfeito com o valor, considerado muito abaixo da exposição que seria oferecido com títulos e disputa pelos principais campeonatos. Um dos principais fatores responsáveis por essa disparidade, a distância do eixo Rio-São Paulo pode ser superada com a afirmação da marca Internacional como diferenciada no futebol.

“Hoje meu orçamento é de R$ 150 milhões, e só é menor que o do São Paulo, que é de R$ 180 milhões. Nós podemos fazer uma equalização desses valores. Temos o objetivo de melhorar e avaliar esses retornos. O valor que eu dei de retorno foi 25 vezes maior que aquele investido pelo Banrisul”, concluiu Avancini.

Fonte: Máquina do Esporte